• Familias Novas

5 pontos sobre a oração, segundo Royo Marín


Todo o ser humano é chamado à santidade, mas esta somente é possível com uma vida de oração responsável. Tendo isto em mente, trouxemos os seguintes pontos baseados no livro Teología de la perfección cristiana, de Antonio Royo Marín, para auxiliar a vida espiritual de toda a sua família.

1 - Definição "A oração é a elevação da mente a Deus para louvar-Lhe e pedir-Lhe coisas convenientes à eterna salvação." A oração não é um sentimento ou uma vontade, mas sim algo prático, que supõe o uso da mente e da razão humana. Logo, aquele que pensa rezar estando distraído ou desatento, na verdade não faz oração alguma. O louvor, a adoração, a reparação dos pecados e a ação de graças são alguns dos objetivos mais nobres da oração, mas não são os únicos. A súplica e a petição são muito próprias da oração, tendo sempre em mente a salvação eterna. Ainda que possamos pedir por bens temporais, devemos fazê-lo apenas com a sincera intenção de melhor servir a Deus e alcançar o Céu. Na oração, o homem se une a Deus através do próprio Cristo crucificado. Assim, cada vez mais se conhece a verdade e se ama o Senhor.

2 - Eficácia "[Sua eficácia] é um querer condicional de Deus, como se houvesse dito desde toda a eternidade: Concederei tal graça se me pedir; caso contrário, não." Praticamos um ato excelente da virtude da religião ao render graças a Deus por seus imensos benefícios. Também exercitamos a humildade e a confiança em Deus reconhecendo nossa pobreza ao suplicar por uma esmola divina, pedindo-Lhe as coisas que esperamos obter de Sua misericordiosa liberalidade. Tudo isso leva a formar uma respeitosa familiaridade com Deus, que é nosso amabilíssimo Pai. Assim, participamos dos desígnios de Deus, que nos concede as graças que desde toda a eternidade estão vinculadas a nossa oração, elevando e engrandecendo a nossa própria dignidade humana.

3 - Eficácia santificadora "Sem oração - sem muita oração - é impossível alcançar a santidade." Todas as escolas de espiritualidade cristã estão de acordo em proclamar a necessidade absoluta da oração e a sua extraordinária eficácia santificadora. Na medida em que a alma vai intensificando a sua vida de oração, vai aproximando-se mais de Deus, em cuja perfeita união consiste a santidade. Vejamos o que alguns santos pensavam sobre o assunto: - São Boaventura: "Se queres sofrer com paciência as adversidades e misérias desta vida, seja homem de oração. Se queres alcançar a virtude e a fortaleza para vencer as tentações do inimigo, seja homem de oração. [...] Se queres fortalecer e confirmar teu coração no caminho de Deus, seja homem de oração. Finalmente, se queres desarraigar da alma todos os vícios e plantar em seu lugar as virtudes, seja homem de oração: porque nela se recebe a união e a graça do Espírito Santo, a qual ensina todas as coisas." - São Pedro de Alcântara: "Na oração a alma se limpa dos pecados, apascenta-se a caridade, certifica-se a fé, fortalece-se a esperança [...], vence-se a tentação, foge a tristeza, renovam-se os sentidos, repara-se a virtude enfraquecida, despede-se a tibieza, consome-se a origem dos vícios, e nela saltam centelhas vivas de desejos do céu, entre as quais arde a chama do divino amor. Grandes são as excelências da oração, grandes são seus grandes privilégios. Para ela estão abertos os céus, para ela se descobrem os segredos, e a para ela estão sempre atentos os ouvidos de Deus." A santidade é união com Deus, e o caminho mais curto e seguro para chegar a ela é a vida de oração contínua e ardente.

4 - Necessidade "A oração não é apenas conveniente, mas absolutamente necessária aos desígnios da divina providência." O homem passa a sua vida cheio de necessidades e misérias, algumas das quais somente Deus pode remediar. Assim, a própria razão natural nos mostra a necessidade e a importância da oração. A Igreja também impõe aos fiéis, leigos ou religiosos, certas orações liturgicas que devem ser feitas sob a pena de matéria grave, como, por exemplo, a recitação do breviário pelos sacerdotes. Assim como o ar é necessário para os seres vivos, a oração é o meio necessário pela própria natureza das coisas. Sem a oração, não há alma que se salve.

5 - Dificuldades "A oração em todas as suas formas é um exercício da alta eficácia santificadora, mas sua prática assídua e perfeita envolve diversas dificuldades para o espírito humano, tão fraco e enfermiço." Muitas dificuldades na vida de oração estão associadas a distrações e a momentos de aridez espiritual. Embora não exista um modo infalível de suprimir as tentações, muito pode ser feito com humildade, oração e perseverança. Como nos diz o versículo, "Antes da oração, prepara a tua alma e não sejas como o homem que tenta o Senhor" (Eclo 18, 23). Não devemos jamais omitir o preparo de nosso íntimo para entrar na presença de Deus, recolhendo-nos e vigiando o coração, a imaginação e os demais sentidos. O próprio ambiente que escolhemos para rezar também pode acabar sendo mais ou menos propício para a oração: o silêncio e os objetos sacros, como quadros e imagens de santos, podem auxiliar a concentração.

Não devemos jamais deixar que a falta de concentração nos deixe impacientes. Ainda que seja necessário fazer isso mais de mil vezes, nos voltemos suavemente ao espírito de recolhimento, humilhando-nos e suplicando o santo auxílio de Deus.


220 visualizações
DOE ONLINE

O dinheiro não é essencial para a missão, mas as doações que são feitas a favor desta obra pelas famílias ajudam-nos a manter as atividades que organizamos. Esse ato de caridade nos ajudaria muito! 

CONTATO

SP: (11) 96633-0138

RJ: (21) 96577-2050

CONECTE-SE

Inscreva-se para sempre receber as nossas novidades em primeira mão:

  • Youtube Famílias Novas
  • Twitter Famílias Novas

© 2017 por Comunidade Católica Famílias Novas do Imaculado Coração de Maria.